Liderança do Hamas diz que mudanças propostas em acordo de cessar-fogo não são significativas; veja pontos

  • 13/06/2024
(Foto: Reprodução)
Em entrevista à agência Reuters, autoridade do Hamas disse que grupo exige retirada total das tropas israelenses da Faixa de Gaza. Acordo está sendo mediado por EUA, Egito e Catar. Palestinos observam destruição após bombardeio israelense no dia 22 de maio de 2024 contra a cidade de al-Zawaida, na província de Deir al-Balah, no centro de Gaza Bashar Taleb/AFP Uma alta liderança do Hamas afirmou à agência Reuters que as mudanças propostas no acordo de cessar-fogo com Israel "não são significativas". As informações foram publicadas na madrugada desta quinta-feira (13). ✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp O acordo está sendo costurado com a mediação de Estados Unidos, Egito e Catar. O Hamas disse na terça-feira (11) que aceitava os termos, mas propôs alterações. O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, avaliou que algumas mudanças são viáveis, enquanto outras são "impraticáveis". À Reuters, um dos líderes do Hamas, que não foi identificado, detalhou algumas das mudanças exigidas pelo grupo terrorista. Veja a seguir: retirada completa das tropas israelenses da Faixa de Gaza; fim do bloqueio israelense em Gaza, permitindo a livre circulação de bens e pessoas no território; libertação de 100 palestinos que estão presos em Israel com penas elevadas. Em relação aos prisioneiros, segundo a liderança do Hamas, Israel não estaria de acordo com a libertação de palestinos com sentenças elevadas. Uma das propostas limitava a liberação para aqueles que tivessem, no máximo, 15 anos restantes de prisão. Três fases, fim dos combates e libertação de todos os reféns: o que prevê o cessar-fogo entre Israel e Hamas aprovado na ONU Resolução da ONU Na segunda-feira (10), o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução de cessar-fogo na guerra entre Israel e o Hamas. O placar da votação foi de 14 votos a favor, zero contra e uma abstenção, da Rússia. O texto, elaborado pelos israelenses e proposto ao Conselho pelos Estados Unidos, pressiona o grupo terrorista a aceitar os termos. A resolução demanda "as duas partes a aplicarem plenamente os seus termos, sem demora e sem condições". A aprovação do projeto, no entanto, não significa que as partes em guerra vão cumpri-lo. O acordo é previsto para ter três fases. Em uma primeira fase, o plano prevê os seguintes termos: Cessar-fogo absoluto com duração de seis semanas; Retirada das forças Israel das áreas densamente povoadas da Faixa de Gaza; Libertação de reféns sequestrados durante o ataque do grupo terrorista Hamas, entre eles mulheres, idosos e feridos, em troca da libertação de prisioneiros palestinos detidos por Israel. VÍDEOS: mais assistidos do g1

FONTE: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2024/06/13/lideranca-do-hamas-diz-que-mudancas-propostas-em-acordo-de-cessar-fogo-nao-sao-significativas-veja-pontos.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. deixa as lagrimas rolar

jesse aguiar

top2
2. No tempo dele

Elian oliveira

top3
3. Foi Deus

Davi Sacer

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes